segunda-feira, 5 de março de 2018

Juiz da Operação Trapaça pega Gilmar no contrapé Gilmar vai ter que engolir em seco.


Nesta segunda-feira (5) o juiz federal André Wasilewski Duszczak, da Justiça Federal de Ponta Grossa, expediu 27 mandados de condução coercitiva na Operação Trapaça, a 3ª fase da ‘Carne Fraca’.

Ora, existia uma proibição expressa do ministro Gilmar Mendes proibindo as conduções coercitivas de investigados.

O ministro teria ficado possesso.

Porém, esclarece a decisão do magistrado, que as conduções coercitivas referiam-se a 27 testemunhas, ou seja, nenhuma delas se tratava de ‘investigado’.

O juiz ainda justificou a medida, pontuando que a intenção era evitar o ajuste prévio de depoimentos entre as ‘testemunhas’.

Mandou muito bem e Gilmar terá que engolir em seco

fone:https://fotos.jornaldacidadeonline.com.br
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios