terça-feira, 13 de março de 2018

MORO MANDA DURO RECADO A POLÍTICOS E MEMBROS DO STF: NÃO HÁ NINGUÉM ACIMA DA LEI


O magistrado se pronunciou sobre o caso na decisão em que se manifestou contrário ao pedido de revogação da prisão do deputado cassado Eduardo Cunha.
Entre os críticos do regime de prisão preventiva, estão os membros do PT, os senadores Renan Calheiros, todos os parlamentares investigados na Lava Jato e até mesmo o ministro do Supremo Tribunal Federal, Gilmar Mendes.
“As criticas às prisões preventivas refletem, no fundo, o lamentável entendimento de que há pessoas acima da lei e que ainda vivemos em uma sociedade de castas, distante de nós a igualdade republicana”. observou Moro, deixando claro que não vai arrefecer diante da pressão de políticos e até mesmo de ministros do STF que têm tecido críticas ao juiz federal responsável pelos processos da Lava jato.
Moro negou o pedido da defesa de Eduardo Cunha de revogação da prisão preventiva e a manteve por tempo indeterminado. Segundo Moro, “A questão real ¬ e é necessário ser franco sobre isso ¬ não é a quantidade, mas a qualidade das prisões, mais propriamente a qualidade dos presos provisórios. O problema não são as setenta e nove prisões ou os atualmente sete presos sem julgamento, mas sim que se tratam de presos ilustres, por exemplo, um dirigente de empreiteira, um ex=¬Ministro da Fazenda, um ex¬ Governador de Estado” .
FONTE:https://www.noticiasbrasilonline.com.br
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios