quinta-feira, 5 de julho de 2018

LJ para presidente já! Porque esse Febeapá, o festival de besteira que assola o discurso dos candidatos que estão aí, já deu o que tinha que dar.

Eu sabia que ela não ia me decepcionar.
Em plena Copa, Congresso vazio, Supremo em recesso, quem trabalha no Brasil?
Ela, a Lava Jato e seus tentáculos, contra a qual meia dúzia em Brasília conspiram dia e noite.
Ontem, em mais um capítulo escabroso da política no Rio de Janeiro, o juiz Marcelo Bretas mandou prender ninguém menos do que o presidente da General Electric em toda a América Latina.
Assunto: a saúde roubada dos cariocas.
Sérgio Cabral, condenado a mais de 120 anos, comandou um longevo esquema de roubo de dinheiro público que segue matando e aleijando cariocas, privados de médicos, remédios e hospitais.
Agora de manhã, Edson Fachin, juiz do Supremo Tribunal Federal, tira do cargo o ministro do Trabalho, um pau mandado de outra organização criminosa que se encarrega de afundar mais o déficit público exigindo propina para usar a caneta que assina registros de novos sindicatos.
Como se o Brasil precisasse de novos sindicatos – mas essa é outra conversa.
Está à procura de um outsider para presidente?
Faça como eu.
Até outubro, escolha com lupa nomes que não têm nada a ver com essa peste negra que se apoderou de sua carteira há décadas e que, felizmente agora, começa a ser ceifada.
Aos trancos e barrancos, sim.
Os presos chamam o Gilmar.
A gente tem mais é que fortalecer a heróica turma que investiga e trabalha de domingo a domingo.
E que ainda tem a coragem de dar murro em ponta de faca dos três irados do STF que rasgam as leis e subvertem a democracia.
Fonte:https://veja.abril.com.br
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios