quinta-feira, 5 de julho de 2018

Os arquivos de Palocci com material sobre Lula e o PT devem render “mais um ano de trabalho” da Lava Jato


O PT está em estado de alerta com a ameaça representada pela homologação do acordo de delação firmado entre o ex-ministro Antônio Palocci (PT), preso há quase dois anos em Curitiba na operação Lava Jato, e a Polícia Federal.

Membro da cúpula do PT e considerado o terceiro homem na hierarquia do partido, O ex-ministro se comprometeu a entregar os temidos arquivos envolvendo negociatas da sua consultoria, a Projeto, e empresas que se beneficiaram de sua influência durante os governos do PT de Lula e Dilma para realizar negócios com a União, na maioria das vezes de forma ilícita, segundo informou O GLOBO. (aqui)

Os arquivos de Palocci devem permitir a abertura de novas frentes de investigações da Operação Lava Jato. Segundo a publicação, o material reúne contratos, planilhas e outras evidências mantidos até hoje em segredo nos computadores da consultoria de Palocci.

"Palocci deve reconstituir o esquema de corrupção na Petrobrás, as relações das empreiteiras com políticos e a forma como os ex-presidentes Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT, se envolveram no prejuízo de cerca de R$ 42 bilhões aos cofres da Petrobrás.

Compartilhar desses dados é a principal condição para que o ex-ministro deixe a prisão e progrida para o regime domiciliar com tornozeleira, segundo o acordo de delação assinado por ele com a Polícia Federal, em abril, e homologado no fim de junho pelo juiz João Pedro Gebran Neto, o relator da Lava-Jato na Tribunal Federal Regional da 4ª Região (TRF-4).

Nesta semana os dados dos computadores de Palocci devem chegar às mãos da Polícia Federal. Peritos contratados pelo ex-ministro estão organizando o material para separar o de maior relevância.

A Projeto recebeu R$ 81,3 milhões de 47 empresas que contrataram seus serviços nos nove anos de funcionamento do escritório".

Leia mais em O Globo.
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios