segunda-feira, 30 de julho de 2018

Sem pão com mortadela. PT convoca jejum nacional em defesa da candidatura de Lula


O PT prepara uma nova campanha para garantir visibilidade para a tentativa de registro da candidatura do ex-presidente Lula no mês de agosto. O partido, segundo a Folha, "pretende convocar um jejum nacional para o dia 4, quando será realizada a convenção que vai oficializar a candidatura presidencial de Lula. O ato será em solidariedade aos militantes que farão greve de fome pela liberdade do ex-presidente". Na prática, não haverá nem o tradicional pão com mortadela para os militantes do baixo escalão.

No lugar do pão com mortadela, o partido pretende comprar outros alimentos de deverão ser distribuídos pela militância à famílias das periferias do país. A ordem é entregar as doações e dizer que “foi Lula quem mandou entregar”.

Ainda segundo a Folha, "O PT produziu 1 milhão de folhetos para convocar militantes de todo o país para o ato de registro da candidatura de Lula no TSE, dia 15 de agosto. O partido acredita que pode reunir de 30 mil a 40 mil pessoas em Brasília".

Os ministros do TSE e a presidente do STF, ministra Cármen Lúcia, estão preocupados com a possibilidade de excessos por parte dos apoiadores de Lula. Trata-se de mais uma tentativa do PT de tentar intimidar os membros do Judiciário e chamar a atenção da imprensa internacional para a condição do condenado. As autoridades devem estabelecer um perímetro para impedir que manifestantes depredem prédios públicos.
FONTE:http://www.imprensaviva.com/
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios