domingo, 12 de agosto de 2018

Dilma cobrou pessoalmente R$ 12 milhões em propina de Marcelo Odebrecht. CONFIRMADO


A ex-presidente Dilma Rousseff não é honesta. Em prévia de seu acordo de delação, o empreiteiro Marcelo Odebrecht revela que Dilma cobrou pessoalmente propina para pagar, via caixa dois, dívidas de  campanha com o marqueteiro João Santana e sua esposa, Mônica Moura.

As informações prestadas por Marcelo Odebrecht forma confirmadas pelo casal de marqueiros de Dilma, que a pressionaram para pagar as dívidas da campanha de 2010 como condição para fazer sua campanha de 2014. Segundo o próprio Marcelo, entre o primeiro e o segundo turno da eleição de 2014, o tesoureiro da campanha de Dilma, Edinho Silva, cobrou dele uma doação “por fora” no valor de R$ 12 milhões para serem repassados ao marqueteiro João Santana. O empreiteiro se recusou a fazer o repasse, mas diante da insistência de Edinho disse que iria procurar Dilma.  Dias depois, em encontro pessoal, o empreiteiro e a ex-presidente mantiveram a conversa abaixo:

– Presidente, resolvi procurar a sra. para saber o seguinte: é mesmo para efetuar o pagamento exigido pelo Edinho?, perguntou Odebrecht.

– É para pagar, respondeu Dilma.

A revelação feita por Marcelo Odebrecht implica pessoalmente a ex-presidente Dilma numa operação de caixa dois na eleição de 2014 – o que configura crime.  Aos procuradores da Lava Jato, o empresário afirmou que a mandatária exigiu R$ 12 milhões para a campanha durante encontro privado entre os dois. A conversa ocorreu depois do primeiro turno da disputa presidencial. O recurso, segundo Odebrecht, abasteceu o caixa paralelo de Dilma e serviu para pagar o marqueteiro João Santana 
FONTE:http://www.imprensaviva.com
Postar um comentário

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios