sábado, 22 de dezembro de 2018

Incêndio deixa nove mineradores presos a 338 metros de profundidade na Rússia

Mineradora informou que resgate está em andamento
Um incêndio deixou nove mineradores presos dentro de uma mina de potássio, neste sábado (22), na cidade de Solikamsk, na Rússia. Eles estão a 363 metros de profundidade. As causas do acidente ainda serão apuradas.
A informação foi confirmada pela empresa Uralkalii, proprietária do local. “As equipes de resgate já estão trabalhando”, afirmou em nota. Até o momento, as equipes só conseguiram descer a 338 metros, mas tiveram que interromper os trabalhos devido às altas temperaturas.
Até o momento, as equipes de socorro não conseguiram estabelecer contato com os mineradores presos. Segundo um porta-voz do serviço regional de supervisão de mineração, o incêndio pode ter sido provocado por uma explosão de metano.
Fonte:https://jovempan.uol.com.br/

0 comentários:

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios