segunda-feira, 31 de dezembro de 2018

Jovem pastora desiste de viver aos 36 anos de idade após o culto

Resultado de imagem para Jovem pastora desiste de viver aos 36 anos de idade após o culto
Com titulo de  presbítera, a pastora Monica Chaves de apenas 36 anos de idade, foi lamentavelmente encontrada ja sem vida, com uma corda amarrada no pescoço, dentro do seu banheiro. Monica era bem ativa, extrovertida, dinâmica, talentosa, amava ministrar a palavra de Deus, vivia para ajudar as pessoas, era presbítera da igreja Cabana Church, em São Paulo.A lamentável noticia deixou todos em choque, os membros da igreja estão estarrecidos, pois horas antes do acontecido a pastora estava no culto, ninguém percebeu nada de estranho nela, nenhum comportamento ou palavra que pudesse indicar a intenção de tirar a sua própria vida naquele dia, depois do culto ela se despediu de todo, como tinha costume e foi para casa. Durante esse ano de 2018 vários lideres religioso deram fim em sua existência humana e todos tinham algo em comum, a depressão, e com a pastora de 36 anos de idade, Monica Chaves também não foi diferente, ela sofria com depressão e já estava em tratamento, parecia estar tudo sobre controle, os familiares também de nada desconfiaram.Sabemos que qualquer ser humano está sujeito a depressão, independente de sua condição financeira, amorosa ou profissional, inclusive está doença, é listada como a doença numero do século, ela atinge crianças, jovens, adolescente ou adultos, sem dó nem piedade.Para tratar a depressão em primeiro lugar é preciso reconhecer que está doente e buscar ajuda, evitar ficar só, evitar ficar remoendo o passado, evitar as situações ou locais que trás tristeza ou lembranças tristes, e nunca abandonar o tratamento medico e se possível psicológico.
"A pessoa que apresenta os sintomas que comumente são perda da alegria,vontade de chorar, de se isolar entre outros, procure o Psiquiatra para prescrever um remédio que ajuda num primeiro momento e comece a fazer TERAPIA, para conversar e resinificar sobre os dilemas que levaram o paciente a desenvolver a doença". Orienta a psicologa Martha Alves.
FONTE:https://odianoticia.com.br

0 comentários:

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios