quarta-feira, 6 de fevereiro de 2019

Haddad ataca pacote anticrime de Sergio MoroTodos os Direitos Reservados para República de Curitiba Editora. Proibida reprodução deste conteúdo

O ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, apresentou nesta segunda o pacote anticrime. As medidas foram muito bem recebidas pela sociedade civil.

Mas nem todos os brasileiros se mostraram contentes com as propostas, e obviamente, os petistas estão nesta parcela, principalmente por temerem que Lula não consiga nenhum benefício que facilite o cumprimento de sua pena por corrupção e lavagem de dinheiro.

Fernando Haddad, o petista derrotado em outubro passado, usou sua conta no Twitter para criticar as medidas apresentadas por Moro.

Disse ele: “Li o pacote anticrime do Moro: para quem esperava o Plano Real da Segurança, que viesse solucionar problemas relativos à criminalidade, letalidade policial, genocídio da população negra, superpopulação carcerária etc., as medidas anunciadas são frustrantes e contraproducentes.”

Conforme já era esperado, Haddad foi rechaçado em seu post, visto que a herança violenta que estamos vivendo hoje se dá e muito em reflexo à ingerência dos governos petistas.

O jornalista JR Guzzo, um dos mais lúcidos do Brasil, deixou bem claro a situação em que o petismo se encontra.

Disse ele: “Para o PT, na voz de Fernando Haddad, os grandes problemas do crime no Brasil são a “letalidade da polícia”, o “genocidio da população negra” e a “superlotação dos presídios”. Acabam de perder uma eleição, mas não aprenderam nada. Nao voltam nunca mais ao governo, desse jeito.”

Para o PT, na voz de Fernando Haddad, os grandes problemas do crime no Brasil são a “letalidade da polícia”, o “genocidio da população negra” e a “superlotação dos presídios”. Acabam de perder uma eleição, mas não aprenderam nada. Nao voltam nunca mais ao governo, desse jeito.

— jrguzzo (@jrguzzofatos) February 5, 2019

O Brasil espera mesmo que essa quadrilha não volte.

Com Informações do MBLNews.

0 comentários:

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios