sexta-feira, 26 de abril de 2019

Justiça derruba proibição e permite "saidinha" de Dia das Mães a Richthofen...

Imagem relacionada
A Justiça voltou a autorizar as três saídas temporárias anuais da prisão às quais Suzanne Von Richthofen tem direito. A defesa de Suzanne entrou com um pedido de habeas corpus para garantir as chamadas "saidinhas" depois de ela ter sido flagrada por policiais em uma festa em Taubaté, no interior de São Paulo, no Natal do ano passado, e perder o benefício em fevereiro deste ano. Condenada a 39 anos de prisão pelo assassinato dos pais em 2002, ela teve suspenso o direito de deixar a Penitenciária Feminina de Tremembé, onde está presa desde 2006, depois de uma determinação da juíza Wania Regina da Cunha, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté em fevereiro deste ano. Ela entendeu , depois de uma determinação da juíza Wania Regina da Cunha, da Vara de Execuções Criminais de Taubaté em fevereiro deste ano. Ela entendeu que a detenta infringiu as regras impostas para as "saidinhas", como ir a festas, boates e ingerir bebida alcoólica. uzanne está presa em regime semiaberto e tem direito ao benefício desde 2015. O novo despacho em 2ª instância que derruba a decisão de Wania é de 17 de abril, assinado pelo desembargador José Damião Cogan, da 5ª Câmara de Direito Criminal de São Paulo. Com ele, Suzanne poderá sair da prisão em 7 de maio, por sete dias, para o Dia das Mães. A outra saída - já perdida - seria na Páscoa e a próxima está prevista para o Dia dos Pais. No pedido de habeas corpus, o argumento da defesa é de que a juíza plantonista Sueli Zeraik havia afastado o descumprimento das condições impostas à presa em dezembro, logo depois do ocorrido em Taubaté. O Ministério Público estadual então entrou com recorrer da decisão..
FONTE:https://noticias.uol.com.br

0 comentários:

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios