sexta-feira, 21 de junho de 2019

Correção: Sergio Moro não pediu para substituir procuradora em audiência de Lula

Sérgio Moro
O EXTRA errou ao informar que o ministro da Justiça, Sergio Moro, havia pedido a substituição de uma procuradora em arguição do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no curso da Operação Lava-Jato.
Em mensagens de 2017 obtidas pelo site "The Intercept", Moro, então juiz da força-tarefa, apenas critica o desempenho de Laura Tessler. O atual ministro diz que Tessler é "excelente profissional, mas para inquirição em audiência, ela não vai muito bem". E pede ao procurador Deltan Dallagnol, coordenador da força-tarefa, que, "com discrição", "tente dar uns conselhos" e sugere um treinamento. A informação estava em reportagem sobre nova leva de mensagens do site "The Intercept", publicada nesta quinta, e que já foi corrigida.
Em nota enviada nesta quinta-feira, o Ministério da Justiça informou que não reconhece a autenticidade das mensagens, "pois pode ter sido editada ou adulterada pelo grupo criminoso, que mesmo se autêntica nada tem de ilícita ou antiética". "Cabe esclarecer que o texto atribuído ao Ministro fala por si, não havendo qualquer solicitação de substituição da procuradora, que continuou participando de audiências nos processos e atuando na Operação Lava Jato". Moro
Novas mensagens, divulgadas nesta quinta-feira pelo jornalista Reinaldo Azevedo, indicam que os procuradores combinaram uma mudança na escala de quem participaria da audiência de Lula no caso do tríplex do Guarujá, em maio de 2017, após comentários do então juiz Moro. Segundo o blog, Dallagnol repassa ao procurador Carlos Fernando dos Santos Lima a crítica de Moro e sugere "ver como está a escala e talvez sugerir que vão 2". "No do Lula não podemos deixar acontecer", teria dito Dallagnol ao colega. A procuradora Laura Tessler não participou de audiência do ex-presidente que aconteceu dois meses após a troca de mensagens.

0 comentários:

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios