segunda-feira, 3 de junho de 2019

Fiéis iniciam carreata da Marcha Para Jesus no Centro de Manaus Os participantes que se concentraram desde as 12h na Praça da Saudade vão passar por diversas avenidas, com destino ao Sambódromo. Há alterações no trânsito

24b7ef06-17f7-4fba-adff-4dc7a93b985e_C2B1CC27-FD4A-40CB-BBA1-C92F02F9AA76.jpg
Com muita animação, centenas de pessoas saíram da  Praça da Saudade, Centro, para participar da 26ª edição da Marcha para Jesus, que tem como tema “Em Jesus Somos Um” e vai percorrer várias ruas da cidade na tarde deste sábado (1º). Em função da passeata algumas ruas foram interditadas desde cedo e o itinerário de algumas linhas do transporte coletivo foram modificadas.
Nadine Cardoso, 24, veio com a família e fala que a distância até o destino final não a desanima. "A gente vem celebrar Jesus. A sua importância. Eu venho todos  os anos e é momento muito bom de celebração", disse animada.
Teve gente que aproveitou para ganhar um dinheiro vendendo refrigerante e dindin. Como os amigos venezuelanos Daniel e Horege. "Estamos faz uns dois meses em Manaus e viemos aproveitar o evento para ganhar uma grana e agradecer", disse Daniel,de 28 anos.
Para esta edição da Marcha para Jesus a organização prevê a participação de 600 mil pessoas. A previsão é que a passeata siga pela avenida Ferreira Penha, depois  avenida Ayrão, passando pela Constantino Nery, com chegada ao Sambódromo prevista para 18h.
No trajeto, mais de 100 agentes do Instituto Municipal de Mobilidade Urbana – Gestão de Trânsito (IMMU) vão estar distribuídos ao longo do percurso para orientar os pedestres e ajudar na fluidez das vias adjacentes ao itinerário.

0 comentários:

Atenção

* A Revista Esperançanossa- não formula notícias, artigos ou vídeos, salvo quando os mesmos são citados como criação própria. Todas as nossas publicações são reproduções fiéis de sites de terceiros. Sendo assim, o conteúdo e/ou opiniões expressas nos textos publicados são de exclusiva responsabilidade dos respectivos autores, cujas informações estão contidas nos links da fonte, e não refletem, necessariamente, a opinião da Revista Esperançanossa

Comentarios